sexta-feira, fevereiro 16, 2007

O pastel

O pastel de Belém é nitidamente inferior ao pastel de Tentúgal que por sua vez é nitidamente inferior à léria de Amarante (não é pastel mas podia ser) que por sua vez, e aqui está o elemento surpresa da prosa, é nitidamente inferior ao pastel do café central de Vouzela. Para a semana, falo de croissants.

11 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Vousela? Onde fica? Agradecia que revelasse esse lugar de iguarias magicas.
http://mulheresforadehoras.blogs.sapo.pt/

2:49 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ao pé de Viseu.

2:58 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Obrigada. Vou acreditar que é mesmo verdade o teu post.
http://mulheresforadehoras.blogs.sapo.pt/

3:04 da tarde  
Blogger Dia said...

Já não tinhas escrito isto uma vez?

3:52 da tarde  
Anonymous sá crista said...

FTA,a falar de pastéis é que estás bem.Não saias do tema,para não nos dares cabo da paciência.

11:37 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E o belo do ovo mole?

1:30 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

è só pa dizer que os pasteis de tentugal, ainda são feitos, nalguns sitios artesanalmente. Não convém é ver as mulheres que os fazem andarem com os pézinhos sobre a massa! ...juro que vi, com estes olhos que a terra há-de comer!

5:20 da tarde  
Anonymous C.M., com cumprimentos said...

Já agora convém dizer que a última vez que comi pastéis de Tentugal foi perto de Luxor. Mesmo que lhes chamem lá outra coisa qualquer. Porque, afinal, tanta da nossa história mora a Oriente.

3:23 da tarde  
Blogger FuckItAll said...

Hum, este FTA anda a comer pastelaria pelos mesmos sítios que eu. No Central de Vouzela eu gosto é do folar, que doce de ovo não como, mas os pastéis são uma obra de arte, mesmo só para os ver vale a pena.

(pastéis de nata é no Capote, na C.daCaparica, onde também se recomendam os claudinos - vão lá depressa antes que o mar entre por ali dentro)

1:51 da manhã  
Blogger FuckItAll said...

(ah, vouzela é mais precisamente no Vale do Vouga, perto de S. Pedro do Sul)

1:52 da manhã  
Blogger Antonio Balbino Caldeira said...

Conordo inteiramente. Nada como as Lérias da Lai-Lai et alii..

Os de Vouzela não conheço, perdão, não comi...

10:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home