sexta-feira, abril 28, 2006

Post dedicado ao Pedro Adão e Silva

Eu só tenho um amigo que joga à bola profissionalmente. Conheci-o em Moledo e lembro-me bem que ele não gostava de perder. Fosse nos torneios de ping-pong, ténis ou nos torneios de futebol de cinco que se disputavam no clube local. Os últimos eram mais difíceis de ganhar. Nós, adolescentes, de 14, 15 anos, jogávamos contra homens feitos. E estou a falar de jogos com bancadas com mais de 300 pessoas a assistir (entre as quais aquela Sofia linda que foi a minha maior paixão de Verão). Lembro-me que no último torneio que jogámos tínhamos de ganhar a uma das melhores equipas do torneio (viriam a ser os campeões)para passar a fase das eliminatórias. Apesar de alguém garantir da bancada que teríamos bar aberto na discoteca em caso de vitória, perdemos. Só houve um jogador que chorou.Muitos anos depois vi esse miúdo (que era portista, jogava nos juvenis do Salgueiros e marcava, pelo menos, metade dos nossos golos) de joelhos no chão a dar murros na relva depois de uma derrota do Sporting em Viena. O Sá Pinto nunca gostou de perder. A única diferença é que tinha alterado uma das máximas do futebol: a de que nunca se muda de clube. É feio, porco e mau? É um dos poucos jogadores modernos (talvez o único) que sente aquela camisola. Verde, branca e linda.

8 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É pena é os sportinguistas Pintos (sá e João)gostarem tanto de molharem a sopa, ele é treinadores de futebol ou arbitros, pimba, vai tudo a eito!!
Será da ecologia do clube? Será da excessiva garra?
No entanto, Sá Pinto é um bom jogador, embora com o "red line" demasiado curto.

12:10 da tarde  
Blogger marta r said...

Nos nossos dias, sentir a camisola é raro. E é de louvar. Mas não é de honrá-la também com um comportamento à altura da sua importância? Evitava-se uma saída inglória para um jogador tão talentoso.

12:38 da tarde  
Blogger maloud said...

Lamento que o Sá Pinto tenha dificuldade em controlar a agressividade. Pessoalmente, embora o conheça mal, é simpático e correcto.
Mas ao que sei, continua azul e branco.

2:06 da tarde  
Anonymous Scarlett said...

Gosto do Sá Pinto, é talentoso, raçudo e corajoso (afinal fez ao Artur Jorge o que muitos gostariam de ter feito;-)). Mas ó FTA: camilsola verde, branca e linda??!! para mim é uma cópia da dos irmãos metralha , só que a cores!
saudações benfiquistas

2:58 da tarde  
Blogger inês said...

tem graça... também é meu amigo.

7:12 da tarde  
Blogger inês said...

de infância (ou início de adolescência) tinha outro amigo que virou craque da bola. era o hugo (porfírio). mas esse nunca mais o vi...

7:18 da tarde  
Blogger FTA said...

Tem graça. Afinal tenho dois amigos futebolistas. Tinha-me esquecido do Hugo. Está bom anda de Ferrari.

7:50 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Obrigada pelo post. São palavras de gente como vocês, que o conhecem, que são amigos dele, que fazem com que gente como eu, que só o conheço dos relvados e da tv, continue a manter a admiração por ele. E que me fazem acreditar que a fama de má pessoa e mau carácter, só lhe é dada por que não o conhece. Obrigada. MESMO!
Sofia

8:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home