sexta-feira, setembro 28, 2007

Santanices (ou de como a diabolização da SIC-Notícias é um auto-consolo mesquinho)

É inevitável concordarmos com o que Santana Lopes fez esta semana na SIC-Notícias, ao abandonar uma entrevista cortada a meio para que se assistisse à chegada de Mourinho a Lisboa. Fê-lo com firmeza, elevação e dignidade (é verdade, estou mesmo a falar do homem que foi o pior primeiro-ministro que jamais tivémos). Mas bastam dois segundos de reflexão para me arrepiar com a reacção canina dirigida às canelas de Ricardo Costa (é o director do canal) nestes dois dias. Sobretudo vinda de jornalistas. É que, muito francamente, não conheço um jornalista, repito, não conheço um jornalista (incluíndo eu próprio) que naquele instante, naquelas circunstâncias, perante aqueles factos, não tivesse feito exactamente o mesmo - entre ter um ex-tudo em antena a falar de um partido que agoniza na oposição, ou o special one mega-vedeta planetária a regressar à pátria ditosa, a escolha, amarga, é ainda assim inevitável e evidente. Veja-se bem: não estou a desculpar o erro cometido, estou simplesmente a dizer que o que sucedeu é uma inevitabilidade dos tempos que vivemos e do mundo em que estamos. Os pecadores são sempre os primeiros a atirar as pedras...

3 Comments:

Anonymous a..f. costa said...

Se você não cnhece um jornalista incapaz de resistir ao mourinho,incluindo você mesmo,então só conhece o lumpen da profissão e você é,seguramente,um jornalista de merda e um dos responsáveis pelo vómito a que chegou esta anedota tragicómica a que,eufemisticamente,continuam a chamar comunicação social.

2:01 da manhã  
Blogger paulocosta said...

Não acho que Santana Lopes tenha sido elevado. Falou ressentido por lhe tirarem, nuns breves minutos, coisa normalíssima no mundo em que vivemos, o tempo de antena. E quem era? ...um treinador de futebol, área onde Santana lopes fracassou. Como presidente do Sporting recusou o projecto de desenvolvimento apresentado por Carlos Queiroz. Este está no Manchester e Santana joga no bairro. Falou com soberba sobre o "treinador de Futebol" e agora, um deles, mediático à escala mundial, vinha-lhe tirar os seus minutinhos?? Levantou-se sempre, abandonou sempre, não basta charme, é necessário ser-se competente como Queiroz e Mourinho.

12:49 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

o que não é...inevitável é a soberba (da desculpa) do RC! Simples...

5:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home