quinta-feira, setembro 22, 2005

Barros Moura

É reflexo procurar, em cada momento mau, em cada acontecimento negro, em cada passo para o fundo do poço, procurar aquela réstia de luz, procurar uma coluna que não verga, uma palavra que não se desdiz... enfim, uma luz, por mais ténue, ao fundo do túnel.
De cada vez que ouço falar em Fátima, em Felgueiras, que vejo as imagens na tv, que ouço aquela turba descontrolada à porta do tribunal ou da câmara... o que verdadeiramente me ocorre é lembrar a memória de um homem sério, de um homem íntegro, de um homem vertical. De um homem que não pactuou com o que se passava e que denunciou a podridão...
Esse homem era Barros Moura, já falecido. Presidente da Assembleia Municipal de Felgueiras que deixou o cargo em ruptura com o que se passava na terra. Que denunciou. Que não calou. E que, como paga, recebeu o afastamento das listas de deputados do PS à Assembleia da República (foi em 2002).
De cada vez que se falar em Fátima eu prefiro lembrar o Barros Moura. É uma questão de fé.

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

100 blogs in 100 days, day 30: The Ripple Efffect
Day 30 of 100 blogs in 100 days comes to us from Steve Harper Blog: The Ripple Effect About: "My BLOG is about creating ripples for those that cross our paths each day.
Nice to see some decent content for a change. FYI, I log on today and see that we've got a new feature, the 'Flag blog' button, which is inconveniently located between the 'Get Your Own Blog' and 'Next Blog' buttons so that we would presumably be getting some flags on error alone (although if one happens to notice it, you can unflag a blog) But that's a trivial matter. What concerns me is this: When a person visiting a blog clicks the "Flag?" button in the Blogger Navbar, it means they believe the content of the blog may be potentially offensive or illegal. We track the number of times a blog has been flagged as objectionable and use this information to determine what action is needed. This feature allows the blogging community as a whole to identify content they deem objectionable. Ok, see the problem with this? What's "objectionable." I'm guessing there are a good deal of people that would likely deem my blog to be objectionable; and there lies the problem: what is objectionable and what is subjective. Just my 2 cents, Iron On Embroidered Patches

2:03 da manhã  
Anonymous tia maria said...

Boa!
Recordo um poema que a SMB dedicou ao marido, Francisco Sousa Tavares, nos anos pesados em que dizer e fazer o que se pensava podia ter consequências trágicas

"Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão.
Porque os outros têm medo mas tu não.

Porque os outros são túmulos caiados
Onde germina a podridão
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

7:20 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Uma boa lembrança,sim senhor!

Para a Tia Maria:

Esse poema da Sophia é um dos meus preferidos...

:)

4:16 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É importante recordar Barros Moura

10:19 da tarde  
Blogger O Pai said...

Ainda bem que falam dele... Recordar essa verticalidade só me reforça a convicção de que, se calhar, o país ainda tem remédio.
A bem do sistema democrático, é tempo de as pessoas decentes se indignarem e esclarecer, de uma vez por todas, que candidaturas independentes de avelinos, valentins, isaltinos e felgueiras nada têm a ver com movimentos de Cidadania.

11:56 da tarde  
Blogger Raimundo Narciso said...

Também lembrei a titude digna de Barros Moura com Felgueiras, mas noutro contexto. Evocava-se a sua memória na Biblioteca Museu da República e da Revolução em Lisboa. aqui:http://puxapalavra.blogspot.com/2005/04/na-homenagem-barros-moura.html.
Gostei da visita.

1:48 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home