quarta-feira, novembro 08, 2006

"Nos momentos difíceis vou à casa de banho"

A frase é de Mega Ferreira e relata o momento em que o escritor bateu com a porta da candidatura presidencial de Mário Soares. Estava farto de ser desautorizado e saiu. Tal como António Pedro Vasconcelos e Alfredo Barroso. Tudo guardado a sete chaves até à eleição, para que o que foi um desastre não fosse uma hecatombe ainda maior.
Esta e outras estórias estão nas 200 páginas que se devoram de uma penada do livro "A última campanha", que relata passo a passo a candidatura presidencial de Soares: os bastidores, as euforias, os desânimos, as fúrias do candidato, a estratégia. O fôlego incrível de um homem que confia cegamente no seu instinto político e que lutou até ao fim para evitar o que aparecia como uma evidência: a sua candidatura era totalmente fora do tempo e só poderia ter o final que teve.
Um excelente trabalho jornalístico do Filipe Santos Costa, que cobriu a campanha eleitoral de Soares precisamente para o Diário de Notícias.
Óptima leitura para quem gosta de política e de perceber melhor o que se esconde por trás das cortinas dos palcos coimicieiros.

3 Comments:

Blogger LB said...

Acredito que seja. Vou lê-lo.

10:48 da tarde  
Blogger Erecteu said...

A ver vamos

1:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Vamos ler....mas já é lição repetida! é sempre a assim...o leão quando reconhece que já nem pode com o rabo...já o burro manco lhe dava coices há muito tempo !

11:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home