sexta-feira, junho 23, 2006

Expliquem lá devagarinho

Eu não percebo muito da situação de Timor-Leste mas percebo alguma coisa de política. Dizem-me, não li, que a Constituição timorense se inspira na nossa. Pergunto-me, portanto, o que seria se a nossa Maria Cavaco Silva face a um duvidoso caso de polícia pedisse que as tropas espanholas nos viessem socorrer. Pergunto-me ainda o que seria se Cavaco Silva demitisse dois ministros e obrigasse a justiça a prender um deles. Pergunto-me ainda se é normal que um Presidente da República force um primeiro-ministro eleito democraticamente a demitir-se sem ter poderes para isso - sublinhe-se que a nossa Constituição nesse aspecto é diferente, uma vez que dá poderes ao Presidente da República para o fazer. Pergunto-me ainda se é legítimo que o Presidente da República interfira em congressos de um partido a que já pertenceu; se é normal que a chantagem se torne num instrumento político; e se é lógico que, ao longo de todo este tempo, Xanana pareça preferir Mark Viduka a Cristiano Ronaldo. Alguém pode explicar-me devagarinho?

(actualizado)

3 Comments:

Blogger maloud said...

Leia o último post da Ana Gomes no Causa Nossa. Ela explica lá uma série de coisas.
Agora, pelo que percebi no episódio do Pedro, a nossa Constituição também não deixa o PR demitir o primeiro-ministro, razão porque o Jorge Sampaio dissolveu a AR. Era a única forma de se ver livre dele e de nos livrar.

2:15 da tarde  
Anonymous cristina said...

A minha sensação é exactamente a mesma!

No entanto, assalta-me uma outra dúvida:será que se explica o que não tem explicção??!


P.S.Na biblioteca onde estou -férias- não possibilitam o meu log in com objectiva3!!!

2:36 da tarde  
Blogger rb said...

... devagarinho e como se fosses muito buro?

:)))

3:30 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home