quarta-feira, novembro 28, 2007

A morte e outras coisas

A morte do Bobby quando se preparava para comprar um pequeno comboio para não brincar com o filho (era mesmo só para ele) foi quase tão impressionante como a do Mark Green no ER. Morrem-nos como se fossem da família. Mesmo que o façam com profissionalismo - Sílvio torna-se vítima dos papéis que queria despachar em Álamo. Será que (como o medo, o choro vai ter tudo) ainda se pode chorar pela miúda que não gostava de nós no ciclo preparatório?

2 Comments:

Blogger Ana Cláudia Vicente said...

Que triste deve ser acabar como o Silvio, preocupado com qualquer coisa tão acessória; antes acabar como o Bobby, satisfazendo um desejo simples e infantil.

11:47 da tarde  
Blogger FTA said...

venha od iabo e escolha. O gajo (chase) é um sádico.

3:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home