segunda-feira, abril 17, 2006

À espera do Jacinto Paulinho

Li este fim-de-semana que o "à espera de Godot" do Beckett se baseia na história real de uns adeptos da Volta à França que esperavam na montanha a passagem de um ciclista obscuro que se chamava Godot. Esperavam sem saber que a caravana do Tour já tinha passado pelo local onde tinham assentado arraiais. Alguém me pode esclarecer se esta história é verdadeira? É que esta é de facto uma questão muito importante. Há anos que aguardo a passagem do ciclista Jacinto Paulinho aqui na contagem de montanha das Pedras Salgadas. Começo a ficar impaciente.

7 Comments:

Blogger serrano said...

Não sei... talvez nem interesse saber... talvez o melhor de tudo ainda seja a espera

5:54 da tarde  
Blogger objectiva3 said...

Acho que o "serrano" tem razão!

E costuma-se dizer que saber esperar é uma virtude...

:)

8:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Another kind of cycling connection can be reported for Beckett's most famous play, Waiting for Godot. No bicycle appears in this play, but Hugh Kenner in his essay "The Cartesian Centaur" reports that Beckett once, when asked about the meaning of Godot, mentioned "a veteran racing cyclist, bald, a 'stayer,' recurrent placeman in town-to-town and national championships, Christian name elusive, surname Godeau, pronounced, of course, no differently from Godot." Waiting for Godot surely is not about cycling races, but maybe the play has something to do with what can be called the bicycle principle."

in http://www.samuel-beckett.net/JoysOfCycling.html

Mike

12:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Beckett havia me contado – em meados dos anos oitenta – que ele morria de rir com as mil e uma teses que os acadêmicos teciam sobre quem era Godot, e o que era Godot... quando na verdade, Godeaux era um ciclista no Tour de France que, em 1938, simplesmente não chegou até o Champs Elisées... e as pessoas ficaram lá esperando por dias e dias e dias... e ele jamais apareceu e nunca mais se ouviu falar do cara."

in http://www.revista.agulha.nom.br/ag39thomas.htm

Mike

12:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Quanto ao Jacinto Paulinho... podes esperar sentado :-)

Mike

12:36 da tarde  
Blogger toix said...

Era o Paulinho era, mas não foi em França, foi por cá, há uns anos, a caminho de uma Feira.

2:37 da tarde  
Blogger cardeal patriarca said...

Pelo sim, pelo não, deixa-te estar que se não passar o Paulinho, passa o Paulo !

7:26 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home