quarta-feira, março 08, 2006

Força Paulinho !!!

Gostei muito de ver o programa do Paulo Portas na televisão. Especialmente, aquela parte em que ele se insurge contra o domínio da esquerda nos media.
Ainda bem que agora temos o Paulinho. Já estava a ficar farto das versões radicais de esquerda dos Marcelos, dos Vitorinos, dos Pachecos.

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

O Paulinho das feiras está todo alcatifado, deve ter sido o poder.
Quanto ao "state of art" (a tradução é péssima e dá para ver porque é que afinal não foi ensinar p/uma universidade Yankee)ainda não deu para ver nada, são opiniões meridianas sobre esfalfados assuntos que qualquer comentador pode emitir.
De qualquer forma obscurece a dupla Mendes e Castro.A seguir com enfadonha atenção.

10:35 da manhã  
Blogger Scorpio said...

Fechou-se-lhe a porta universitária que o guindaria à internacionalização... Mas, há sempre uma outra porta que se escancara! Ou não fosse ele um homem multifacetado e de portas muitas!!! Opiniões meridianas? Eufemismo, concerteza. Medíocre, tal e qual.

11:21 da manhã  
Blogger AMN said...

Sou dos que considera que existe um domínio da esquerda nos media. Mas calma, o que entendo é que existe um domínio natural e não propriamente imposto. Os meios de comunicação não pretendem ser de esquerda ou de direita, e esforçam-se por manter um conjunto alargado de comentadores que preencham a totalidade do espectro político. Os meios de comunicação social são mais próximos da esquerda porque provavelmente a maior parte dos seus profissionais está mais perto da esquerda. Isso não representa uma afronta nem uma ameaça. É assim porque sim, e é assim de forma espontânea. E penso que não se torna evidente a olho nú, precisamente porque não há uma estratégia nesse sentido.
Um abraço,
a.

3:50 da tarde  
Anonymous anónima said...

Se é quem mostra... vou passar a lê-lo. É muitaaaaaaaaaaa giro. Eu cá prefiro os brancos. Não gosto de dormir com pretos. Voltarei

8:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Pela encenação, pelo argumento e pela interpretação (miniminalista e não histriónica como nos habituou em anteriores papeis) este rapaz merecia o seu Oscar.O Oscar Wilde.

9:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Quando é que a jornalista lhe pergunta sobre os documentos confidenciais do Ministério da Defesa Nacional que microfilmou, antes de sair do governo?
No que foi imitado, nos respectivos gabinetes, pelo Nobre Guedes e pelo outro sujeito, o que usa óculos e tem ar de capatazde capataz dos outros, de quem não me lembro do nome...

8:20 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home