terça-feira, outubro 25, 2005

Justiça?

A inacreditável reviravolta no caso Felgueiras traz, pela enésima vez, à tona a forma absolutamente inacreditável como em Portugal o sistema de justiça (não) funciona.
Há por aí tantas causas (micros, macros, assim-assim). Aqui no Mau Tempo temos a causa de que a culpa não pode morrer solteira. A começar nestes senhores (e senhora) que durante estes trinta anos ocuparam, sucessivamente, a cadeira de ministro da Justiça:
António Almeida Santos
José Santos Pais
Mário Raposo
Eduardo Silva Correia
Pedro Sousa Macedo
José Menéres Pimentel
Álvaro Laborinho Lúcio
Fernando Nogueira
José Vera Jardim
António Costa
Celeste Cardona
José Pedro Aguiar Branco
Alberto Costa

...Quero aqui agradecer-lhes encarecidamente pelo péssimo serviço prestado ao País. Não os esqueceremos. Muito obrigado por tudo terem feito para a nossa vida ser um inferno, a justiça lenta e ineficaz e a tarefa dos nossos humoristas infinitamente mais fácil. Bem hajam!!!

7 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Hey, you have a great blog here! I'm definitely going to bookmark you!

I have a health insurance site/blog. It pretty much covers health insurance information.

Come and check it out if you get time :-)

-----------------------------------------------------

1:08 da manhã  
Anonymous tia maria said...

Assino em baixo
Estamos à espera da lista dos PM, ministros das finanças, Educação, Cultura, etc, etc

10:02 da manhã  
Blogger TR said...

Ontem quando ouvia o António Costa a defender a Candidatura do Mário Soares pensei nisto precisamente.. como é que uma pessoa que já ocupou pastas tão importante e nada fez, continua a discursar em tom alto, eloquente e seguro sobre coisas que desconhece.... este é na verdade o traço a comum a quem exerce como profissão a de político...

12:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O "Caso Felgueiras" é a prova de que, quando a máquina judicial se quer vingar de alguém (neste caso do PS), tem múltiplas formas de o fazer. È pena que não tenha a mesma eficácia quando se trata de fazer justiça.
Prova provada, afinal, de que as sábias palavras do presidente do Sindicato dos Magistrados do MP no debate com o Ministro eram mesmo para levar a sério. E ou muito me engano, ou a coisa não ficar por aqui. O PS nem sabe no vespeiro em que se meteu...

2:11 da tarde  
Blogger inês said...

e eu fico mal disposta com o reconhecimento do seu trabalho mediocre. um é presidente do partido que está no governo, outro é ministro de estado e da administração interna, uma está na administração da CGD... estamos bem, estamos!

3:01 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Li na Grande Loja, há poucos dias, a estória pouco abonatória do carácter da pessoa que ocupa o lugar de ministro da justiça... as estórias de Macau!

Ver gente deste calibre a ocupar tais funções... e recordar-me do crivo que os nomeados para cargos públicos federais nos Estados Unidos têm de passar!!! É como a diferença entre a água e o vinho.

diogenes

6:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

santos pais? santa mãezinha, que mal fez o homem ao país? vão-se informar, juventude...

4:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home