segunda-feira, janeiro 05, 2009

Sócrates versão 2009

A primeira entrevista do ano de José Sócrates, esta noite na SIC, correu manifestamente bem ao primeiro-ministro. Isto apesar de ter reconhecido, finalmente, que Portugal está mesmo a entrar em recessão. É estranho, mas é verdade.
Ao fim de quase quatro anos no poder é virtualmente impossível apanhá-lo em falso. E a crise brutal, por paradoxal que pareça, veio ajudar o chefe do Governo: a justificação para a actuação do Executivo em matérias como a intervenção na banca ou a aposta no investimento público tem agora um escudo do tamanho de uma crise financeira global.
Ao mesmo tempo, e apesar da crise na Educação e da ruptura com Alegre, Sócrates já não tem agora a atormentá-lo questões melindrosas como as relacionadas com a sua licenciatura.
Ainda assim, e de qualquer forma, nalguns pontos a explicação ficou aquem do exigível, nomeadamente em relação aos números absolutamente irrealistas do OE para 2009, sobre a necessidade de salvar o BPP, um banco gestor de grandes fortunas, ou ainda em relação aos tardios apoios agrícolas.

4 Comments:

Blogger Pipa said...

A crise que dizem económica, tem raízes mais profundas. O capitalismo vai evoluir para um capitalismo humanista.

4:58 da manhã  
Blogger Pipa said...

onde se lê vai leia-se tem de.

O diálogo possibilita o crescimento dos intervenientes.

6:19 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Aquele Antonio jose texeira n sera o que se nao tem CORRIDO com ele nao havia DIARIO DE NOTICIAS? e so competncia e assim para la caminha a SIC:

7:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

aquele to to do antonio joseteixeira e o mesmo coveito do DIARIO de NOTICIAS?

7:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home