terça-feira, outubro 11, 2005

Expresso Presidencial

Mais de vinte anos depois, o arquitecto Saraiva deixa de ser director do Expresso, indo para o seu lugar Henrique Monteiro (que já estava na actual direcção). O que quer isto dizer? Para o jornal não sei, mas já para a vida política nacional...
O que isto verdadeiramente quer dizer é que daqui até Janeiro ainda vai aparecer outro candidato presidencial.
E o slogan deve ser qualquer coisa do tipo "Ninguém pára o arquitecto oeeoooo".

1 Comments:

Anonymous tia maria said...

Parece que ele está mais dedicado à literatura light. Nos editoriais também.

8:46 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home